Items: 0
Total: € 0
Preço (em €)
De   até  
Vinhoweb.pt v3.12 © 2008
Novo produto - Quinta do Portal Branco Reserva (click imagem)
 
voltar
Mostrar preços
Termeão Tinto
Termeão Tinto
Campolargo
Recomendar
Preço (/unidade)
€ 23,80
Unidade
Disponivel em quantidades de
75 cl 6
Tipo Tinto 
Região Beiras 
DOC/Regional Bairrada 
Castas
Touriga Nacional
Cabernet Sauvignon
Castelão/Periquita
 
Ano 2008 
Álcool 14 % 
Nr. Produto 1192 
Características
Encorpado
Media acidez
Taninos medios
 
Beber quando
Beber agora ou guardar até 5 anos 
Beber agora ou guardar até 5 anos
Apreciações
Seja o primeiro a caracterizar este vinho
Faça o seu login para deixar a sua apreciação sobre este vinho.


Notas do Produtor
Método de Elaboração: Desengace total seguido de fermentação separada em pequenos lagares com pisa mecânica. Maloláctica seguida de estágio, em barricas usadas, até 14 meses.

Eng.

Winemaking: Total destemming followed by separated fermentation in small vats using mechanical tread. Malo-lactic followed by rest in used barrels for up to 14 months.
Mais
Produtor
Campolargo
O nosso avô Martinho, lavrador de Mogofores, produzia vinho tinto e, sendo um dos raros vinificadores que separava as uvas brancas das tintas, fazia um belíssimo e famoso vinho branco. Ambos eram vendidos a granel a casas de negócio da região que o engarrafavam. Tendo falecido em finais dos anos sessenta do século passado, tomou então o nosso pai, Manuel, a seu cargo a totalidade da exploração cujas vinhas modernizou e ampliou, deixando no entanto de produzir vinho para o mercado.
Em meados dos anos noventa iniciámos ensaios de vinificação com as diversas castas entretanto plantadas (muitas das quais o foram pela primeira vez na região). Tomou-se então a decisão de começar a vinificar para o mercado e de construir uma nova adega. Os primeiros vinhos da marca Campolargo foram os da colheita de 2000, sendo que a nova adega apenas foi construída em 2004.
Actualmente, a terceira geração é responsável pela vinha, Jorge Campolargo e pela adega e vendas, Carlos Campolargo. Mas tem já a colaboração da quarta geração, Joana Campolargo, que assegura o apoio administrativo e as relações externas.
Queremos, pois, manter e prosseguir o carácter exclusivaente familiar da nossa vitivinicultura.
As nossas vinhas agrupam-se em duas propriedades: Quinta de S. Mateus, 110ha. na freguesia de S. Lourenço do Bairro e Quinta de Vale de Azar, 60ha. na freguesia de Arcos.
Nesta última os terrenos são, predominantemente, argilo-arenosos, com pequenas zonas de calcário. A exposição é, na maior parte, a sul e a poente. Estão plantadas parcelas de Baga, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Pinot Noir, Trincadeira da Bairrada (Periquita) e Cabernet Sauvignon. As castas brancas são: Bical, Arinto, Cerceal e Verdelho. No centro desta quinta, que toma o nome da desaparecida povoação de Vale de Azar (ver mapa), ergue-se a antiga "adega do senhor Gaudêncio", assim referida por António Augusto de Aguiar na obra de 1867, Memória dos Processos de Vinificação. Daqui provêem as uvas dos tintos Quinta de Vale de Azar e Valdazar e do espumante Campolargo na versão Bical, Arinto e Cerceal.
Dista a Quinta de Vale de Azar cerca de 2 km da nossa adega, situada na Quinta de S. Mateus. Aqui o terreno é de mais diversa constituição, sendo frequente a alternância de solo argilo-calcário típico com argilas de diferente cor e natureza e alguma areia à mistura, sobretudo nos cabeços onde abundam os seixos rolados. Aqui, todas as exposições solares são possíveis, posto que as parcelas de vinha ocupam a encosta sul e norte de uma colina que começa a erguer-se após Mogofores, a nascente, e vai até Paredes do Bairro a poente.
As parcelas recebem os nomes tradicionais dos sítios, os quais usamos para os vinhos aí nascidos. Assim, no Termeão estão plantados Touriga Nacional, Castelão Nacional, e Souzão (que substituiu recentemente o Cabernet Sauvignon). Na Costa temos cepas de Tinta Roriz, Syrah e Merlot com que fazemos o Vinha da Costa e Os Corvos da Vinha da Costa. Às vinhas do Gaz e da Espinheira vamos buscar o Cabernet e o Castelão para o Campolargo CC e para o Contra a Corrente. Na chamada parte velha de S. Mateus são maioritários os brancos: Verdelho, Sauvignon Blanc, Bical (dos quais se faz uma das versões do espumante Campolargo) e ainda Viognier. O Pinot Noir usado para fazer em branco e rosé também aí está plantado. Nesta zona, orientada a norte e nascente, os tintos são de Baga, Alfrocheiro e Tinto Cão, não esquecendo um talhão de Alvarelhão, Tinta Francisca e Touriga, plantados misturados. Por trás do pinhal alinham-se Touriga Francesa e Alicante Bouschet, quase encostados à adega. Pelo sul do pequeno bosque dispõem-se as cepas de Pinot Noir que fazem o tinto Campolargo. O Arinto está plantado no denominado Vale do Olho e o Chandonnay divide-se entre a Costa, o Vale do Covo e a Espinheira ou Vale do Gaio. A parcela da Panasqueira é exclusivamente de Merlot e Cabernet Sauvignon, que também se plantam no Barrio e no Cardal, únicas com certa separação física.
Entre o Termeão e a Costa, ao longo da ribeira, sucedem-se, a norte, a Trincadeira, o Malbec e o Petit Verdot. Na margem sul daquele curso de água, na parcela chamada Juncal, temos sucessivamente: Souzão, Bastardo, Tinta Pinheira, Alfrocheiro e Tinto Cão.
Área de Vinha ca 170 ha
Castas Merlot
Alicante Bouschet
Cercial
Syrah/Shiraz
Tinta Roriz
Viognier
Arinto
Tinto Cão
Tinta Francisca
Petit Verdot
Trincadeira
Alfrocheiro
Chardonnay
Trincadeira da Bairrada
Bical
Baga
Sousão
Bastardo
Touriga Nacional
Tinta Barroca
Malbec
Cabernet Sauvignon
Pinot Noir
Mais
Outros produtos do mesmo produtor
Campolargo Branco € 23,80
Entre II Santos Branco € 5,13
Entre II Santos Tinto € 5,13
Campolargo Tinto € 23,80
Calda Bordaleza € 23,80
Campolargo Baga € 11,75
Rol de Coisas Antigas € 11,75
 
Transportes grátis para encomendas superiores a 75 EUR
Tinto
Preço Especial
€ 4,67
Preço Normal
€ 4,98
Multibanco
Morada: Av. Aida Bloco 1, Escr 111 2765-187 Estoril, Portugal